LADIES FIRST – Be Strong by Acelga Esteves

Home / Ladies First / LADIES FIRST – Be Strong by Acelga Esteves
LADIES FIRST – Be Strong by Acelga Esteves

Eu havia preparado muita coisa para o mês de Março mas hoje eu gostaria de falar–vos de força, de seguir em frente e de amor próprio. Já que estamos na “moda” da violência doméstica, hoje vou falar–vos um pouco da existência da mesma na minha vida.

Eu já sofri violência domestica e digo – vos por experiência própria não foi fácil superar.

A agressão física, vem quase sempre acompanhada da psicológica, cabe a nós aceitá–la ou criar medidas para acabar com ela de uma vez por todas. A maioria das mulheres aceita a primeira opção por medo da solidão, por causa da sociedade e do psicológico também. Mas quem é o psicológico ao lado de um físico ferido?

Eu dei queixa duas vezes. A primeira vez eu fui com metade da cara inflamada e nem sequer era casada. Acreditei que aquela queixa mudaria o comportamento da pessoa e depois de muitos conselhos estúpidos como “você lhe ama, é o pai do teu filho, será o teu futuro marido”, eu retirei a queixa e casei–me. Mas nós só sabemos que estamos a fazer a nossa parte, nós não sabemos se a outra parte esta atenta ao que estamos a fazer por ela.

Outro maior problema é que o agressor não se denomina como tal, ele acha que está a se defender, é ele com uma arma e você com um canivete ele diz que você com canivete poderia lhe matar mas não…

A segunda vez, eu já estava casada e as frases foram: “não faças isso com teu marido, ele é pai do teu filho pensa nisso”… Mas será que ele não pensou em mim como mulher dele e mãe do filho dele na hora de me espancar?

O medo é o pior inimigo que podemos ter, a violência acarreta um medo que só Deus para nos livrar de tamanha prisão.  Trabalhem o psicológico, mais auto estima, mais amor próprio, mais positividade. DIGAM NÃO … A vida continua …

XOXO

Blog: carregabyac.com
Instagram: @carregabyac

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.