How I see… Marrakech !

How I see… Marrakech !

Para quem tem acompanhado os meus stories no Instagram nos últimos dias tem visto que tenho andado numa tremenda correria e com algumas viagens pelo meio.

Tenho muitas novidades e muito conteúdo para partilhar como vocês, mas vamos por partes, vamos primeiro para Marrocos onde fui passei 4 dias de férias.

Mais precisamente Marraquexe, MUITO TOP !

Quero contar-vos detalhe a detalhe mas vou tentar resumir algumas coisas…

Primeira Impressão

Não tenho propriamente comparações e acho que não é justo pois a realidade, cultura e estilo de vida são completamente diferentes de Inglaterra ou Portugal.

Tudo começa já pela religião pois maior parte é islâmica daí o modo que os ocidentais vestem para muitos chama atenção e nota-se alguma estranheza no olhar e depois talvez a loucura nas estradas, bem talvez não faz sentido chamar loucura porque eles estão habituados e eu não. Só deu para perceber que a mota é a veiculo mais utilizado e também funciona como taxi. Ahhh as motas pouco param nos semáforos e parece que têm sempre prioridade, por isso atenção pois vais ter de esquiva-las muitas vezes.. até mesmo no passeio!

Comida

Sobre a comida não tenho nenhum comentário porque sou meio esquisito e não comi nenhum prato local, comi McDonalds e comida italiana. (shame)

O mais difícil foi lidar com as temperaturas altas, eu tinha feito um check uns dias antes para ter mais ou menos a noção do que realmente dava para levar para a viagem.. para os 4 dias estavam a rondar pelos 30 e 35 graus mas postos lá as temperaturas estavam literalmente nos 40 graus especialmente no dia que fomos para o palmeraie, bem não vou mentir que foi não fácil lidar com desidratação muito também pelo meu lado que esquisito (mais uma vez) que até a agua de garrafas não conseguia beber, sabiam azedas. (Bruhh)
Basicamente sempre matei a sede com a minha amiga que nunca me deixa ficar mal.. “Coca-Cola”, sim matei a sede quase sempre com Coca-Cola, yeah I know this is bad asf

How I See it

Esta é a parte que eu adoro das viagens, observar ao detalhe como se vive nas cidades que visito, especialmente aquelas que têm uma diferença enorme com a minha realidade. A pobreza, as condições que vivem principalmente algumas zonas mais desertas, dá-nos um certo click pois muitas vezes reclamamos de barriga cheia do que temos e há quem tem somente o mínimo.. foi optimo para reflectir.

Próximo (e o de sonho) stop é Havana, Cuba.

PS: Tirei pouquíssimas fotos por respeito à privacidade alheia, sei que em muitos países os locais sentem-se desconfortáveis quando estrangeiros fotografam.

as vestes tradicionais do palmeraie
Onde cabe 1 cabe 5 right?
as cores das paredes são só das coisas mais bonitas deste país!
palmeraie
Memorial de Yves Saint Laurent e Pierre Bergê
Jardim Majorelle

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.